Quando se pensa em “faturamento”, muitas pessoas associam somente a venda de produtos e prestação de serviços. 


Porém, os ótimos frutos da sua Oficina Mecânica não dependem somente dos pontos citados, mas sim como o faturamento dela é trabalhado de maneira constante. Por exemplo, se há muitas vendas, porém não há controle do fluxo de caixa, possivelmente a sua Oficina Mecânica está passando por uma má gestão financeira e consequentemente, baixo faturamento.


Para isso, é importante que os resultados reais da Oficina sejam visualizados, trazendo controle operacional e decisões assertivas para o negócio. 


Fique de olho nas próximas cinco dicas para que você possa analisar e entender como é possível aumentar o faturamento da sua Oficina Mecânica!







Há uma reflexão interessante que diz: “Trabalhar te gera sustento, mas só o trabalho depois do trabalho te enriquece”. 


O “trabalho depois do trabalho” está muito relacionado ao empreendedorismo, mas infelizmente, por mais que a intenção seja boa, muitos negócios não saem do lugar e diversos deles quebram, na maioria dos casos, justamente por uma gestão financeira ineficiente.


Além do conhecimento de “contas a pagar e contas a receber”, é interessante ir mais longe do que planilhas do Excel ou anotações naquele caderno antigo.


Para isso, alguns pontos essenciais para uma boa gestão financeira são:


  • Fluxo de caixa

Grande crescimento da oficina, grande volume em vendas… mas chega no final do mês, não há saldo o suficiente,  os boletos entram antes do recebimento. Já passou por isso?


Hoje, se você fez uma venda na oficina, quando esse valor entrará na sua conta? Você sabe essa data?


Entenda mais sobre fluxo de caixa e a importância dele para sua empresa lendo aqui!


  • DRE (Demonstrativo do Resultado do exercício)


Se hoje você está conduzindo o seu negócio na base do achismo, é hora de se planejar melhor e reestruturar o seu controle financeiro.


O DRE vai te ajudar a analisar suas finanças e entender o que está acontecendo na sua Oficina Mecânica!


De maneira simplificada, ele irá funcionar como um raio X, para entender onde está mais se ganhando e perdendo dinheiro.


Pense na sua receita total e tire todas as deduções (cancelamento de venda, taxa de meio de pagamento), com isso, irá chegar na receita líquida.


E com o valor da receita líquida, basta descontar o CNV (custo da mercadoria vendida) e aí sim terá o resultado líquido, o quanto de fato o seu negócio ganhou. 


Alguns erros comuns do dia a dia:


Você vendeu R$100.000,00 em um mês e comprou R$80.000 de mercadoria, logo, acredita que lucrou R$20.000.


Mas muitas vezes esquece de tirar as deduções, logo, você já está trabalhando com um valor irreal de receita líquida. Além disso, boa parte da mercadoria comprada ainda pode estar em estoque. Com isso, o lucro final passa a ser considerado com um valor errado e não há controle do quanto de fato o seu negócio faturou, e isso é extremamente perigoso para a saúde financeira da sua oficina!







Muitos empreendedores ainda acreditam que as redes sociais só servem para descontração e lazer, sem maiores utilidades, mas hoje em dia a maioria das redes sociais podem alavancar o seu negócio.



Tanto o Whatsapp quanto o Instagram são essenciais para a conquista de novos clientes. 


Alguns tópicos relevantes e fáceis para a prática no dia a dia:


  • Melhore a quantidade e qualidade das fotos das redes sociais. Procure tirar mais fotos, vídeos, buscar inspirações e manter a sua clientela atualizada


  • Conheça os seus diferenciais, produtos e serviços que geram mais interesse de compra


  • Crie um portfólio de apresentação dos seus serviços e produtos mais vendidos. Desta forma, poderá divulgá-lo para muitas pessoas, sem a necessidade somente da ida física a sua oficina


  • Interação com os clientes nas redes sociais, divulgue os serviços com todas as informações, como valores e os benefícios de cada serviço. Por exemplo, como é feita a funilaria e pintura? Quanto tempo dura? Quando fazer?



Em relação à tecnologia, avalie, por exemplo, o custo de manutenção dos seus equipamentos, qual é o faz chegar no resultado final em um menor período de tempo.


Por exemplo, um software bem utilizado é investimento, ele trará gráficos gerenciais e o benefício será imediato. Ele poderá te trazer algumas respostas rápidas, como:


  • Neste mês, passaram mais ou menos carros na oficina?
  • As despesas aumentaram, de onde veio esse gasto a mais?


Mas se o software é contratado e sua equipe não é treinada para usá-la, será um gasto. Para isso, logo já nos deparamos com o ponto retratado abaixo.







Conheça melhor os seus colaboradores! Entenda os seus pontos de qualidade e déficits dentro da posição exercida.


É comum notar uma desmotivação ao gerenciar treinamentos na equipe, pois o tempo é dedicado e muitos colaboradores acabam se desligando posteriormente, dando a impressão de que aquele treinamento não valeu a pena. Esse é um dos desafios do negócio e é impossível fugir desse cenário!


Porém, é completamente plausível fazer com que o seu funcionário se sinta valorizado e integrado à oficina, logo, trazendo uma rotatividade menor à oficina. 


O mercado de reparação automotiva, como um todo, é promissor, pois muitas oficinas são parecidas umas com as outras e grandes concessionárias geralmente seguem a mesma padronização. Ou seja, muitas vezes quando alguém vai à oficina, normalmente está com algum problema e tem necessidades a serem sanadas e já resolvidas. O cliente, com isso, já chega desmotivado e com um certo stress.


Desta forma, ter funcionários integrados e engajados, fará toda a diferença na hora de receber o consumidor. E isso, acredite, será a alma da sua oficina.


Pois clientes satisfeitos, certamente irão retornar e indicar a sua oficina para amigos e conhecidos. 


É importante lembrar também que não basta treinar o funcionário somente uma vez, mas sim reciclar aquele treinamento. Entender se os pontos passados estão sendo colocados em prática, se surgiram contratempos, como está a dinâmica e produção de cada um… Atualizar as informações da oficina e aprender a utilizar novos recursos, isso certamente irá potencializar ainda mais a produtividade dos seus colaboradores.


Esperamos que coloque todas as dicas em prática! A InfinitePay nasceu para ajudar e trazer soluções aos empreendedores. Por isso, criamos conteúdos como esse para facilitar e alavancar o crescimento do seu negócio!