Uma boa gestão financeira é fundamental para qualquer negócio. Ela é um fator determinante para definir o quanto dinheiro em caixa você vai ter ao fim do dia, da semana, ou do mês. No setor de material de construção, não poderia ser diferente.

Vamos conferir algumas dicas que vão ajudar você a manter uma vida financeira saudável no seu negócio, evitando dores de cabeça e viabilizando o crescimento.









CONTROLANDO O FLUXO DE CAIXA

Poucas práticas de negócio são tão fundamentais quanto o controle do fluxo de caixa. Essa é uma parte essencial na gestão da sua loja de material de construção, possibilitando que você planeje as suas compras e tenha um olho sobre os gastos.

Com o fluxo de caixa, você contabiliza e projeta o saldo disponível, que é a diferença entre entradas e saídas de recursos. Com isso, você garante capital de giro, que pode ser aplicado para render, usado em gastos imprevistos ou investido em alguma reforma ou outro projeto que você possa ter para o seu negócio.

Além disso, outra ação fundamental para o caixa da sua loja de material de construção é controlar os recebíveis futuros, que são as entradas que o seu negócio terá daqui para a frente – por exemplo, em vendas parceladas ou no crédito. Se você precisa de capital de giro de curto prazo, uma opção é antecipar esses recebíveis: ao invés de de esperar o prazo acordado com o cliente, você acerta com a administradora do cartão de receber o valor antecipadamente. Com a InfinitePay, por exemplo, isso pode ser feito com as menores taxas do mercado.

DE OLHO NAS ENTRADAS E SAÍDAS

Assim como nas finanças pessoais, é comum as empresas ficarem no vermelho, operando com mais saídas do que entradas - ou seja, gastando mais do que recebe. Para que isso não ocorra na sua loja de material de construção, é importante seguir algumas orientações básicas.

Uma delas é evitar a compra de material que seja superior à demanda dos seus clientes. Embora seja importante manter seu estoque, ele precisa estar sob controle, e comprar mais material do que o necessário pode deixar a sua loja com um déficit que depois pode ser difícil de reverter.

CALCULANDO O CUSTO OPERACIONAL

Além de manter um controle sobre o estoque, é preciso ficar de olho no seu custo operacional, ou seja, quanto você tem de gastos fixos para apenas manter a sua loja de material de construção aberta. Esse custo inclui aluguel, condomínio, água, luz, internet e outras contas que você tenha a pagar sem grande variação.

Existe um custo operacional ideal? Bem, isso vai variar de empresa para empresa. Geralmente, quem fatura mais tem uma margem de lucro menor, então pode ter um custo operacional maior sem deixar o negócio em risco. No entanto, segundo especialistas, um cálculo que pode ser aplicado para a maioria das empresas é:

Lucro bruto - Lucro líquido desejado = Custo operacional ideal

Digamos, por exemplo, que você tenha um lucro bruto de 25%, e você queira atingir um lucro líquido de 10%. Com isso, o seu custo operacional ideal vai ser de 15%.

GERENCIANDO SEU FLUXO DE CAIXA

Para ter um controle ideal do seu fluxo de caixa, algumas ferramentas básicas podem ajudar você. As mais simples são as planilhas. Usar programas gratuitos, como o Google Planilhas, pode ser uma mão na roda para fazer um gerenciamento eficaz do seus fluxo de caixa.

Caso você não seja familiarizado com as planilhas, você pode usar algum aplicativo ou programa pago, que traga recursos mais amigáveis para controlar o fluxo de caixa da sua loja de material de construção. Existem várias opções disponíveis de programas, com recursos específicos e preços variáveis (alguns podem ser usados em versões gratuitas, mas disponibilizando recursos limitados). Dê uma busca online para encontrar o programa mais adequado para o seu negócio.

A saúde financeira da sua loja de material de construção deve ser uma prioridade. E para ajudar, nada melhor que ter a seu lado a solução de pagamentos com as menores taxas do mercado.

A InfinitePay nasceu para oferecer a melhor solução de pagamentos ao empreendedor. Conte sempre conosco!